“MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO: A RESISTÊNCIA NAS RUAS”

Coedição Edições Sesc São Paulo e Fundação Perseu Abramo, Movimento Negro Unificado: a resistência nas ruas celebra os quarenta anos do Movimento Negro Unificado e representa a militância de um conjunto de grupos e organizações em São Paulo que atuaram (e ainda atuam) na luta e no combate ao racismo. Uma narrativa inédita, construída a partir dos testemunhos de alguns dos protagonistas que politizaram a ação desses grupos e de um farto acervo iconográfico e documental, reunido tanto por militantes do MNU como por movimentos e institutos de pesquisa nacionais e internacionais.


Palestrantes

Gevanilda Santos, nasceu em Presidente Prudente, interior de São Paulo. É filha de migrantes negros nordestinos da cidade de Rio das Contas, região da Chapada Diamantina, Bahia. Em 1969, mudou-se para São Paulo, onde estudou em escolas públicas até concluir o ensino médio. Na década de 1980, graduou-se em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Em 1991, defendeu mestrado em Sociologia Política na mesma instituição. Atualmente, é professora universitária aposentada, dedicando-se a pesquisas sobre as desigualdades sociorraciais brasileiras. Com diversos livros publicados, é membro da diretoria da Soweto Organização Negra, entidade paulista filiada à Coordenação Nacional de Entidades Negras (Conen). É autora do livro Relações raciais e desigualdade no Brasil da coleção Consciência em Debate.

José Adão de Oliveira, graduado em Migrações Africanas pela UFABC. É fundador do Projeto Brasil 2025, cofundador do PIDS- Projeto Integrados de Desenvolvimento Sustentável, em 2009, e do MNU- Movimento Negro Unificado, em 1978.

Ennio Brauns, natural do Rio de Janeiro, fotógrafo e jornalista autodidata. Deixou a Escola de Teatro, da UniRio, em 1977, e começou a trabalhar como repórter no 2º caderno do jornal O Globo. No ano seguinte, transferiu-se para São Paulo para colaborar, como fotojornalista, no jornal alternativo de esquerda Em Tempo, onde cobriu o movimento sindical na capital e no ABC. Como fotógrafo documentarista, vem desenvolvendo, nos últimos 20 anos, projetos de foto documentação urbana nas áreas da sociologia, antropologia, arquitetura e urbanismo.

Mediação

José Evaristo Silvério Netto, monitor de esportes do Sesc 24 de Maio.


Canal de exibição

Promoção

Edições Sesc SP